quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Revolução XVIII a XX

Revolução XVIII a XX






O termo revolução é definido com uma mudança no poder político ou uma movimentação social para uma causa em comum. Entre os Séc. XVIII e XX, o mundo pode presenciar revoluções de todos os cunhos (social, politico e econômico), todas elas tiveram sua importância para a história afinal elas trouxeram novas ideias e novos conceitos tanto de sociedade quanto de política, pode se citar a revolução francesa e as revoluções industriais, como as grandes impulsionadoras para o mundo (Além de outras), a revolução francesa foi a primeira a instituir os direitos dos cidadãos e mudar uma forma de governo que era autoritária e com o poder centralizado, o lema da revolução francesa era  Liberté, Égalité, Fraternité, e foi à revolução francesa que inspirou os líderes das 13 colônias a se unirem contra o domínio britânico e declararem independência. Com a revolução francesa e a independência americana, as pessoas de classes mais baixas puderam ver que sim era possível alcançar os seus direitos, e para isso elas deveriam lutar, e foi com o surgimento do Socialismo científico idealizado por Karl Marx e Friederich Engels, que grandes movimentações da classe proletária já desgastada pelos abusos da burguesia, se organizaram para protestar e começar greves reclamando melhores salários, menos carga horária e abolição do trabalho infantil. Marx inspirou grandes revoluções pelo mundo como a Cubana, Russa e Chinesa, todas elas movimentaram uma grande massa para impor um novo regime político.
Grandes pensadores sempre impulsionaram os movimentos pelo mundo, tanto os movimentos iluministas quanto da classe operário causaram um grande impacto e trouxeram grandes avanços para a sociedade, é devido a essas revoluções que hoje em dia temos os direitos trabalhistas e os direitos humanos, é devido a revoluções que o ser humano como sociedade pode alcançar grandes conquistas para um bem maior. No Brasil com exceção da independência um grande movimento que marcou a história foi a revolução de 1932, Getúlio Vargas já estava no poder a dois anos, no estado de São Paulo a oposição e o descontentamento com o governo Vargas era grande, visto que os líderes paulistas já estavam a dois anos esperando novas eleições presidenciais, é iniciado uma grande séries protestos com reinvindicações onde era exigido uma nova constituição e convocação de novas eleições presidências, o governo Vargas respondeu a estes protestos com violência e um eventos que marcou essa resposta violenta foi a morte de quatro estudantes (Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo). As iniciais dos nomes destes estudantes (MMDC) transformaram-se no símbolo da revolução. A respostas violentas contra os protestos da revolução, mostrou o quão foi tirano o governo Vargas, mesmo trazendo grandes avanços no setor industrial, Vargas mostrou que faria de tudo para se manter no poder, mesmo que fosse por meios da violência, a revolução de 32 junto com a Intentona Comunista liderada por Luís Carlos Prestes, foram os dois grandes movimentos que impulsionaram os primeiros sinais de revolução onde o povo brasileiro, mostrou que resistiria ao totalitarismo e tirania dos governantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário